Notícias

24
Ago

Mitos e Verdades – Dúvidas sobre Ceratocone

mitos-e-verdades-sobre-ceratocone

O Ceratocone é uma doença ocular progressiva, não inflamatória, que é mais comum do que se imagina. Estudos apontam que 1 em cada 20 mil pessoas em todo o mundo. É considerada grave, justamente por seu caráter progressivo, e que pode levar à perda da visão, quando não tratada.

Para você entender melhor a doença, vamos responder aqui algumas das dúvidas sobre Ceratocone.

O Ceratocone é hereditário?

R: As causas e gatilhos do desenvolvimento do Ceratocone ainda não são plenamente conhecidas. Mas acredita-se que a herança genética seja uma das razões para o aparecimento da doença, já que os casos são mais comuns entre membros de uma mesma família. Isso não quer dizer que casos isolados não possam acontecer.

Como eu posso identificar o Ceratocone?

R: A não ser nos casos em que o Ceratocone está em estágios bem avançados de progressão, em que a projeção da córnea pontuda fica totalmente visível, o Ceratocone pode passar despercebido. Em seus estágios iniciais, o principal sintoma é a visão prejudicada, que vai ficando embaçada com a degeneração da curvatura da córnea.
O diagnóstico correto só pode ser determinado por um médico oftalmologista especialista em córnea, depois que o paciente realiza uma série de exames específicos.

Posso optar por não tratar o Ceratocone?

R: Em teoria, sim, você pode optar por não tratar. Porém, é importante ressaltar que a acuidade visual vai diminuindo à medida em que a doença vai progredindo. Em seus estágios de evolução mais avançados, há risco de perda da visão.

Eu terei que fazer transplante de córnea, depois do diagnóstico de Ceratocone?

R: Não necessariamente. O transplante de córnea é o último recurso no tratamento do Ceratocone. Antes de chegar a este ponto, o médico oftalmologista pode optar por outras técnicas de tratamento, como o Implante de Anel de Ferrara e o Crosslinking de Colágeno. Entenda mais sobre as formas de tratamento do Ceratocone neste link aqui.

Eu vou mesmo ficar cego por causa do Ceratocone?

R: O risco de perda total de visão provocada pelo Ceratocone avançado existe, apesar de os casos serem bastante raros. Geralmente, os pacientes iniciam o tratamento da doença antes de chegarem nesse ponto.

Qual tratamento para o Ceratocone eu devo fazer: o Anel de Ferrara ou o Crosslinking?

R: Ambas. Por terem funções e finalidades diferentes, tanto o Anel de Ferrara quanto o crosslinking poderão ser usados na contenção da progressão do Ceratocone. O oftalmologista de Ipatinga determinará qual técnica usar, e em qual momento.

Como você pode ver, manter uma rotina de exames oftalmológicos constantes pode identificar o Ceratocone em seus estágios iniciais e prevenir a progressão acelerada da doença.

Agende já a sua rotina de exames de prevenção e diagnósticos de Ceratocone com os profissionais especializados do Núcleo Avançado em Oftalmologia.

Você pode saber mais sobre Ceratocone com o Guia Exclusivo e Gratuito que o Núcleo Avançado desenvolveu pensando em você, clique abaixo e baixe o conteúdo!

guia-completo-sobre-ceratocone

Caso ainda tenha dúvidas, fale conosco pelo telefone (31) 3618-7500 ou pelo WhatsApp (31) 99895-8332.