Notícias

28
Jun

Saiba agora se glaucoma tem cura

O Dia Nacional de Conscientização do Glaucoma, comemorado em 26 de maio, é uma medida para dar visibilidade a essa doença silenciosa e perigosa. Os dados dão a sua dimensão: quase 2,5 milhões de pessoas por ano são diagnosticadas no mundo com esse problema ocular, somando 60 milhões no total. No Brasil, cerca de 2% das pessoas têm a doença, o que representa um pouco mais de 1 milhão de pessoas. A mobilização, on-line e da mídia tradicional, para divulgar a data é fundamental como forma de alerta à população, especialmente para quem tem mais de 60 anos, sobre a importância do diagnóstico precoce, uma vez que a doença, em quase todos os casos, não apresenta sintomas. E para responder a questão: glaucoma tem cura?

E qual é a resposta?

Infelizmente, o glaucoma não tem cura – a medicina ainda tenta compreender os mistérios que desencadeiam esse quadro clínico e, talvez, futuramente, com a aposta em pesquisas, seja possível detectar o que leva ao surgimento da doença e, assim, descobrir formas de curá-la.

O que é glaucoma?

É uma alteração no nervo óptico: componente ocular responsável por levar as imagens captadas por outras áreas do olho para o cérebro. A causa dessa deformação é que ainda é um enigma para os médicos, pois, algumas vezes, está associada à pressão ocular causada pelo humor aquoso, mas não é regra, ou seja: dependendo do caso, o motivo para a doença do glaucoma é desconhecido.

Você pode entrar em contato com o Núcleo Avançado em Oftalmologia para tirar as suas dúvidas, agendar uma consulta, saber dos tratamentos ou cirurgias. Basta enviar uma mensagem diretamente para o nosso WhatsApp: 

tire suas dúvidas pelo whatsapp do núcleo avançado

Sintomas

Como mencionado anteriormente, o glaucoma não apresenta sintomas, mas, em sua fase avançada, geralmente quando o paciente vai à procura de atendimento médico, a visão já está tubular.  

Com o aumento da expectativa de vida, a enfermidade ocular acomete com mais intensidade a população brasileira e, somada às novas tecnologias de comunicação, nas quais o contato com telas para leitura, a visão é ainda mais necessária para estar bem informado, desta forma, cuidar dela, o quanto antes, é fundamental.

Para começar a dar atenção aos seus olhos agora, escolha o Núcleo Avançado em Oftalmologia, em Minas Gerais, e seus oftalmologistas de glaucoma. O Núcleo Avançado tem 20 anos de existência e convênio com os principais planos de saúde do país e preços justos e acessíveis para aqueles que optam pelo atendimento particular.

Tipos de glaucoma

O glaucoma nos olhos pode ocorrer de quatro maneiras, apesar do comportamento da doença permanecer o mesmo.

Glaucoma congênito

Em suas manifestações mais recorrentes, a enfermidade se desenvolve durante a vida, no caso da versão congênita, o bebê já nasce com esse problema nos olhos e, assim que diagnosticado, deve-se iniciar o tratamento.

 

Glaucoma de ângulo fechado (agudo)

É uma versão agressiva da doença, quando a saída do líquido incolor que preenche as camadas oculares – o humor aquoso – é bloqueada. O que causa a pressão ocular e, consequentemente, alteração no nervo óptico.

 

Glaucoma de ângulo aberto (crônico)

É a forma mais comum da doença, na qual a forma hereditária é predominante e a causa é desconhecida. De desenvolvimento lento, não apresenta sintomas na maioria dos casos.

 

Glaucoma secundário

Nesse quadro clínico, a causa pode ser externa: uso prolongado de colírios com corticoides e traumas e também motivada por outras doenças oculares.

 

O que mais pode influenciar o aparecimento do glaucoma?

Existem alguns fatores que contribuem para o desenvolvimento da doença, fique atento a eles: estar acima dos 40 anos, casos da doença na família, uso prolongado de colírios e outros medicamentos com corticoides, ser afrodescendente – estaticamente tem mais propensão que os caucasianos.

Além disso, outros quadros clínicos podem ter relações diretas com o glaucoma:

  •         Diabetes tipo 2: amplia a chance de desenvolver a doença em 35%;
  •         Hipertensão arterial: amplia em 17%;
  •         Ambas as doenças: 48%.

 

Exames de glaucoma:

Apenas o seu médico oftalmologista pode indicar o melhor procedimento para o diagnóstico da doença. Selecionamos algumas opções que ele pode solicitar:

  •         Campimetria;
  •         Paquimetria;
  •         Gonioscopia;
  •         Tomografia da camada de fibras nervosas do disco óptico;
  •         Tonometria.

 

Glaucoma tem tratamento, sim!

Os fatores de risco de glaucoma podem ser minimizados com o cuidado de outros problemas de saúde, outros problemas oculares e a pressão intraocular. Esta última, pode ser tratada de três maneiras:

  •         Tratamento clínico com o uso diário de colírios;
  •         Tratamento com laser (Trabeculopastia Seletiva a Laser – link);

 

Tratamento cirúrgico

  •         Trabeculectomia: ainda é a cirurgia de glaucoma mais realizada, com bom efeito na estabilidade e na redução da pressão intraocular. Tal procedimento, no entanto, geralmente é realizado quando a terapia clínica e com laser não são suficientes para amenizar o problema. (colocar o vídeo)
  •         Esclerotomia Profunda Não-Penetrante: é uma variação da trabeculectomia que pode ser realizada em pacientes com glaucoma de ângulo aberto. A diferença é que nesta cirurgia, ao invés de fazermos uma pequena abertura no olho como na trabeculectomia, nós fazemos somente um peeling de parte da membrana trabecular, não sendo necessário penetrar dentro do olho.
  •         Implantes de Drenagem: são cirurgias que envolvem a colocação de implantes de drenagem normalmente de silicone, conectado a um pequeno tubo por onde o líquido intra-ocular é drenado. Demonstram uma boa estabilidade da pressão intra-ocular no longo prazo, mas geralmente são indicadas quando outras terapias cirúrgicas não se mostraram eficazes.
  •         iStent (MIGS): o implante de iStent é uma opção mais nova de cirurgia para glaucoma, que faz parte de um tipo de cirurgia chamada CIRURGIA DE GLAUCOMA MICRO-INVASIVA

 

Quer saber mais?

Se você gosta também de assistir a vídeos, dê uma conferida neste vídeo sobre o Glaucoma:

View Video

O Núcleo Avançado em Oftalmologia possui especialistas em glaucoma, agende uma consulta pela nossa Plataforma Online e cuide da saúde de seus olhos. Além de convênio com os principais planos de saúde do país, oferecemos preços justos e acessíveis para quem optar pelo atendimento particular.

Você pode entrar em contato com o Núcleo Avançado em Oftalmologia para tirar as suas dúvidas, agendar uma consulta, saber dos tratamentos ou cirurgias. Basta enviar uma mensagem diretamente para o nosso WhatsApp: 

tire suas dúvidas pelo whatsapp do núcleo avançado